falconmnu@gmail.com

segunda-feira, 20 de maio de 2013

CUIDADO COM O PLANETA

Está cada vez mais presente na agenda mundial a preocupação com o cuidado do planeta terra,ameaçado pelas mudanças climáticas,consequência do aquecimento global e da ação predatória do próprio homem. Sob o discurso de preservação da natureza e do meio ambiente, assistimos a iniciativas e propostas que, sustentadas por um desenvolvimento econômico cujo centro é o lucro a todo custo, colocam em risco a vida de nosso planeta. Uma destas propostas é chamada "economia verde", que começa a ser divulgada como um sadio e eficaz caminho de solução para a crise ambiental que afeta nosso país e a sociedade mundial. A proposta preocupa na mediada em que significa uma resposta que que o capitalismo quer dar á crise. Na verdade, com a "economia verde", o capitalismo v ai transformar em mercadoria todos os bens naturais e serviços ambientais que até agora são bens comuns de todos os seres vivos. Preocupados com esta situação, o fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social, a Comissão Episcopal Pastoral para Serviço Caridade, da Justiça e da Paz e o Conselho Missionário Indigenista elaboraram esta cartilha,que temos a alegria de apresentar. De linguagem simples e leitura agradável, ela facilita a compreensão do que significa mercado carbono, bem como programa de Redução de Emissões por desmatamento e degradação (REED)e o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), e mostra as reais intenções de quem os propõem e defendem. Aponta, ainda, a verdadeira intenção do capitalismo na sua relação com os bens da natureza... Esta cartilha visa alertar a todos, e especialmente aos povos indígenas aos povos tradicionais e as comunidades quilombolas sobre o risco que correm com a proposta da "economia verde". Esta se constitui numa verdadeira "tentação"que bate a porta, sobretudo , destes povos, que precisam vende-las a fim de preservarem seus valores culturais e sua forma de vida, que dependem de seu controle livre sobre os territórios em que habitam. O desafio é imenso e exige a união de todos que sonham com um "outro mundo possível e necessário", marcado pela solidariedade e pelo respeito a vida em todas as suas manifestações. Anime-nos a esperança que brota da nossa fé cristã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário